Educação em debate

Publicado em 08/05/2017

Nesta última semana estreou pela rede de televisão via Internet, D + TV, o programa WTC 60 MINUTOS, produzido pelo World Trading Coaching, que irá ar semanalmente todas às terças-feiras, às 10hs da manhã e que visa debater temas relevantes para o país, assim como divulgar o Coaching e o processo de formação de lideranças, que esta intimamente ligada ao processo educacional. Neste primeiro encontro o tema focado foi à educação. Mediado por este jornalista que vos escreve, especialista em Coaching e Educação e que a pouco lançou 2100, um alerta ambiental, o programa debateu o tema contando com a experiência das professoras e Mestres Raquel Cassoli e Ana Paula Correa.

Para mim, que pisei por muito tempo os assoalhos das salas de aula compartilhando conhecimentos com alunos da rede publica em regiões de extremo risco, na capital paulista, e coleciono ainda horas aulas em faculdades particulares no interior de São Paulo, foi um alento ver que jovens professoras ainda guardam grande entusiasmo e energia, verdadeiramente acreditando na possibilidade de um ensino de qualidade para nossa população.

Nas palavras das especialistas presentes ao programa, temas hoje ainda tabus, como educação sexual e outros que vão à mesma linha, além dos assuntos como integração, por vezes por questões de preconceito como o de cor, raça ou credo, ainda são uma realidade em nossas escolas e a família tem cada vez mais uma posição preponderante na inclusão de todas para se chegar a uma educação almejada. Em minha experiência pessoal em sala de aula, com faixas etárias diferentes e, por vezes, em regiões com uma frequência de alunos oriundos de outros países posso afirma que esta é uma realidade irrefutável. A título de contextualização em um case que exemplifica bem o fato, há alguns anos atrás, quando lecionava em uma escola estadual no bairro da Liberdade em São Paulo, em uma sala do ensino médio, havia uma aluna recém-chegada da China e frequentava minha aula, mais por socialização, e por uma questão de integração do que mesmo de aprendizado, pois ela fala muito pouco do nosso idioma. Durante a aplicação de uma avaliação ela ficou sem saber meio o que fazer e percebendo que a aluna estava confusa fui até ela e falei-lhe que ficasse a vontade para participar ou não a avaliação. Qual foi minha surpresa quando a aluna sorridente me pediu para participar, pois ela entendia o que dizíamos, só tinha dificuldade para escrever o que entendia. Então me pediu para realizar a prova no idioma nativo dela. Ascendi e até hoje guardo entre os meus pertences à prova dessa aluna, pois ela a fez inteiramente em mandarim, sinceramente, não entendo um traço sequer de seus ideogramas. O fato, no entanto, de maior relevância em tudo isso, foi não ter alijado essa aluna do processo, no qual, ela estava se inserindo e tenho certeza, de que muito representou para ela no que diz respeito ao processo de integração e socialização esse momento vivido em sala de aula. Assim como ela salas de aula estão cheias de descendentes de índios, negros, liberdade assistida, que são menores infratores que estão em processo de ressocialização e demais minorias, sejam elas religiosas ou mesmo, de opção sexual e a interação desses alunos na sociedade passa pelas salas de aula e mais da interatividade mantida pelas escolas co seus familiares. Quanto a minha aluna chinesa, pedi que trouxesse seus país ou parente próximos para conhecê-los, mas, infelizmente pouco tempo depois migrei para outros setores. Espero que ela o tenha feito e que a direção e a orientação pedagógica do estabelecimento tenha dado pleno andamento ao processo de inclusão de uma imigrante que se tornava brasileira.

Assim, docentes e discentes, familiares, e toda a sociedade tem um papel crucial no desenvolvimento de nossos jovens e no futuro dessa nação que, passada a borrasca do livramento de tantas mazelas ocasionadas por uma educação que busca a luz e que formou mentes iluminadas mais ainda necessita de socorro para tirar da escuridão os que mergulharam o país no atraso e na corrupção, nascerá com os matizes de um dia de Primavera. A Primavera de uma educação que constrói!

 Para acessar o programa WTC 60 MINUTOS, que debateu a Educação em nosso país é só acessar o link:

https://l.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DGMvqej5x9HE%26t%3D391s%26list%3

DPLgZXifX_kPKtyRB66KejvyxQeV6hFNuOU%26index%3D1&h=ATPcraLsmjrp-7ihhf3LBpeRIUPJo5DlNZhQP0MhgRrUX-TAz6NuYJ_NZl3fHuWgFxGUt6rOw16MevZK5X-TdnA2cokR5h5Ct1aSfXddbc_j3NA7h1lelOhi8YWWfPLcHBf9MMP_

 

Armando Barreto – Jornalista – MTB 23108

 

Escritor, Especialista em Educação, Coaching e Liderança

www.worldtradingcoaching.com

asrbarreto@hotmail .com.

Comentários

Para comentar é necessário estar logado.

Nenhum comentário até o momento.